Trabalhos e Consultas Espirituais

quinta-feira, 18 de junho de 2009

Lábios ressecados no frio? Não Como fazer para não ressecar lábios e pele no frio


Lábios ressecados no frio? Não Como fazer para não ressecar lábios e pele no frio

É só o friozinho chegar para ressecar a nossa pele mais e mais, né? E com os nossos lábios não é diferente.

A nossa pele tende a ficar bem mais ressecada no inverno porque suamos menos, não bebemos muita água e nossa oleosidade natural é não é tão intensa.

Cuidado: Evite banhos muito prolongados. A água quente muito tempo resseca bastante a nossa pele que exposta ao frio, vira aquela tragédia.E com a boca, então? Sendo uma mucosa, está sempre ao externo e toda a nossa salivação piora quando a temperatura cai. O ideal é que sempre a deixemos hidratadas nesta época do ano.

O produto mais convencional é a manteiga de cacau, que é um ótimo hidratante e é indicado para quem não usa batom (homens e mulheres).

Mas não temos só a manteiga de cacau como opção quando o assunto é hidratar os lábios. Existe uma gama enorme no mercado de bastões de ceras e/ ou óleos hidratantes que vai deixar seus lábios protegidos de todo o ressecamento.Até mesmo nosso próprio batom hidrata a boca. Nesta época, prefira os com filtro solar.

A pele do corpo todo fica mais ressecada no frio:

No inverno, a pele tende a ficar mais ressecada e com um aspecto pouco cuidado. A ação do frio somada ao fato de as pessoas ingerirem menos água são apenas dois dos principais motivos. Além disso, muitas vezes, não são tomados alguns cuidados essenciais para se ter uma derme saudável. As secas e claras são as mais afetadas, assim como as regiões do rosto e as pernas. Mas é bom lembrar que qualquer parte do corpo pode ser atingida pela estação mais rigorosa do ano. As mãos são bom exemplo.

Durante o inverno, os melhores produtos para a pele são feitos a base de aveia e uréia. Nas farmácias de manipulação, eles podem ser encontrados sem receita médica. Quem optar por usar a de uréia deve obter soluções 5%, já que a de 10% é muito forte e só é indicada por um especialista. Os produtos com vaselina ou óleo são boas alternativas para quem quer economizar.

O dermatologista Alexandre Serdeira recomenda que as pessoas procurem um médico antes que apareçam dermatites, escoriações e irritações na pele. Ele lembra que, sempre que o problema é diagnosticado no início, é bem mais fácil de ser sanado. Além disso, o período de sol mais ameno pode propiciar um tratamento mais eficiente, já que o especialista pode aplicar produtos mais potentes.

Dicas para fugir da ação do frio:

Banho: Não demore muito no chuveiro. O ideal é usar sabonete neutro, de glicerina ou de aveia. Sabonetes hidratantes à base de erva-doce são ótima saída. E não se esqueça: embora seja difícil, tente tomar banho rápido e não muito quente.

Pele: diferencie as peles do rosto e do corpo. Elas merecem cuidados distintos. Os diversos tipos de derme também devem ser observados. As secas devem receber filtro solar durante o dia e hidratante à noite. Já nas oleosas, usa-se filtro solar do tipo oil free (sem óleo) e hidratante à noite. Sabonetes elaborados com enxofre que ajudam a retirar bastante a oleosidade da pele também devem ser utilizados.

Lábios. Hidrate-os sempre. Se você não usa batom, passe um hidratante ou filtro solar. Já existe, no mercado, filtro incolor ou colorido. A manteiga de cacau também é uma boa saída, por ser mais barata e mais prática.

Corpo: mantenha o hidratante e tome bastante líquido. Use roupas que combatam o frio, mas que sejam leves.

OUTRAS DICAS:

Eu sei que não devia, mas se tem um hábito de inverno que eu não consigo me livrar é tomar banho quente. Muito quente. Adoro! Quando está aquele baita frio, não vejo a hora de chegar em casa e correr pro chuveiro, para deixar a água pelando me aquecer. Desnecessário dizer o quanto minha pele sofre com isso, não? Sou daquelas que chega a descamar, principalmente nas pernas e na barriga. Obviamente, a melhor solução é abrir mão dos banhos muito quentes (ou, pelo menos, tentar – o que eu continuo fazendo, juro!). Mas, quando o estrago já foi feito, o jeito é consertar. Aqui vão minhas dicas para evitar pele craquelada no inverno.
1) Antes de tudo, troco o sabonete comum por um com propriedades hidratantes.
2) No finzinho do banho, ainda no chuveiro, passo um óleo vegetal nas partes mais secas. Dou uma última enxaguada e pronto. Atenção: é importante que o óleo seja vegetal (amêndoas, semente de uva, etc). Várias empresas fabricam óleos corporais, mas usam óleo mineral como matéria prima. Esse tipo de óleo é fabricado a partir de petróleo, uma fonte não-renovável. Ou seja, super anti-ecológico! Além disso, já ouvi dizer que ele não é absorvido pela pele, e no fim das contas só piora o problema, pois forma uma camada que acaba descamando depois. Já ouvi também que isso não é verdade, mas, na prática, já senti essa descamação quando usava óleo mineral. E nunca com o óleo vegetal. Por via das dúvidas, fico sempre com esta última opção.
3) Por fim, depois do óleo, ainda lambuzo o corpo todo com um hidratante. Pode ser qualquer um, mas para um tratamento de choque, ou qualquer um à base de uréia. São bastante emolientes.
4) Evito a todo custo: raspar os pêlos da perna com lâmina, tomar mais de um banho por dia e ficar muito tempo debaixo d’água. Tudo isso resseca ainda mais. Além disso, também diminuo a quantidade de esfoliações corporais (que eu adoro fazer no verão!).

3 comentários:

TAIS MOREIRA disse...

Vixi...Pior que eu faço exatamente o contrário das dicas que vc falou...hehehhe
Mas, se bem que, neste frio, nem tem como não tomar banho de água bem quentinha, né? XD
Mas adorei seu post, muito bom e interessante.
Beijos

Lailah disse...

Nossa, muito bacana as dicas ;) Adorei

Daniel disse...

Dicas empre são bem vindas ;/
DICA : procure um widget para poste resumido ! entra no meu blog,clika no banner do Dicas blogger que la vc enontra
thau bjao